....

"A vida é a arte do encontro, embora haja tanto desencontro pela vida"
( Vinícius de Morais)

23 agosto 2010

26 palavras a TIRAr-me

Levantar todos os dias e sentir pessoas diferentes
Como num desenho animado que traz sempre uma lição.
Antigos desenhos, sem empurrões e xingamentos.
As manhãs suspiram pela tela antes nunca queimada
Pelas crianças inocentes, cheias de brilho e pureza
Pela palavra quando um contrato lavrado sempre mantida.
E a gentileza que se nela não morasse não a reconheceria mais.
Num olhar fraterno sem ódio, soberba e interesses.
Por tempos humanos, de dar as mãos e chorar o leite derramado.
Aquele amor puro sem manchas de sangue em seu nome
Procura-se no tempo essas coisas antigas.
Como numa brincadeira de criança
Que nunca se cansa de contar até dez
E comemorar cada reencontro com um abraço.
Um, dois, três...vi a esperança!










GALVÃO