....

"A vida é a arte do encontro, embora haja tanto desencontro pela vida"
( Vinícius de Morais)

15 abril 2012

Custa uma vida

Sim, a vida está difícil. Nenhuma novidade para nós, assim como não foi para Nostradamus e a sua febre em nos fazer entender o fim dos tempos.Dia 21 de dezembro de 2012 o sol nascerá alinhado com o centro da Via Láctea, um acontecimento astronômico único que só se repete a cada 26 mil anos. Tal evento seria acompanhado por uma onda de violentas transformações no planeta, que poderia levar à extinção da vida na Terra ou ao início de uma nova era para a humanidade, dependendo da interpretação.

 "...uma nova era para a humanidade"- não seria nada mal. Sabe aquele ócio criativo tão defendido por Domenico de Masi? Nunca dei tanta importância como agora. Porque hoje está tão complicado almoçar com o amigo sem marcar antes com vários dias de antecedência....e sem avisar, então nem se fala! A palavra chave de nossas vidas passou a ser" planejamento". Não que antes seu significado não tivesse tanta importância, mas é a sua aplicação no nosso dia a dia que mudou. Claro, temos que sonhar, fazer planos, e economizar para realizá-los. Mas nessa atmosfera nublada, corrida, prática, onde quem decide o sucesso é quem se dá melhor sobre a concorrência- ficou à margem a família, amigos, a ida à praia com o cachorro, aquela visita que sempre adiamos, o reencontro com a galera da faculdade, a tão sonhada viagem a dois, um filho... e outras tantas coisas. 
E a culpa é dada a falta de dinheiro. Afinal, não se vive sem ele, certo? Mas De Masi afirma que somente as pessoas imaturas precisam de muito dinheiro para preencher bem seu tempo, e isso nos atola mais em nossa própria culpa de não vivermos de forma saudável e inteligente. De não tirarmos o proveito de estarmos vivos!
Do que adianta ser cético nessas horas? Já que se está nessa vida, ela é única. Deixar pra viver em 2013 pra quê?!






O que é bom saber de Nostradamus 2012
Autor de ‘O ócio criativo’ diz que modelo atual forma pessoas tristes.