....

"A vida é a arte do encontro, embora haja tanto desencontro pela vida"
( Vinícius de Morais)

13 setembro 2009

Eu de Funérea






Sábado, como não ia sair por não querer trocar o gozo de um bom sofá a dois, programei o dia por partes. Só ficou de fora o estudo, pra variar um pouco. Uma jogadinha, aliás várias de buraco na net, daquelas que você só precisa dar o boa tarde ou boa noite e começar a partida. Você logo percebe pela postura aquela pessoa falante que faz piada com tudo e pra compensar os foras que dará na partida quer sempre estabelecer um diálogo- é 1ª vez dela jogando, e custa em fazer um jogo para orgulhar o parceiro. O sossego passou longe em toda a minha última partida no buraco. E pra fechar com chave de ouro e rebater a minha falta de paciência ignorando todas as piadinhas sem graça, a dita ainda me chama de...dailit?!Sim, sem paciência. Perder o jogo não foi nada para ela... O riso voltou só com Funérea. Tive que rever isso. Ai, que infortúnio! Ninguém nunca morre nessa merda de desenho!? Hãn..? Alguma semelhança? Às vezes, é bom!!!!









tô louca pra que isso acabe logo...